Pela análise dos Cancioneiros Medievais Galego-Portugueses, mede-se a frequência de utilização de provérbios medievais nos três géneros poéticos reconhecidos, designadamente, as Cantigas de Amigo, as Cantigas de Amor e as Cantigas de Escárnio e Maldizer.